A terapia sexual integra várias formas de intervenções psicoterapêuticas aliadas à prescrição de tarefas sexuais que o indivíduo ou o casal devem praticar para melhorar a vida conjugal.

Por meio de técnicas que podem incluir exercícios eróticos e reflexão dos processos, é possível focar diretamente na dinâmica crucial do problema clínico.

Esse método de trabalho permite abordar o foco específico, sem perder de vista o entendimento global sobre a formação do comportamento a ser trabalhado.

De acordo com a queixa vamos observar as variáveis culturais, religiosas, sociais, familiares e individuais, bem como as experiências reais que a pessoa ou o casal tiveram com o sexo e as marcas emocionais dessas experiências.